Como tirar proveito do mundo das apostas

Sou sócio de um clube pequeno que como “pequeno” que é luta diariamente para pagar atempadamente os salários de jogadores e funcionários e as despesas adjacentes a ser uma equipa de futebol, com estádio próprio.

As receitas de bilheteira não representam sequer 10% do valor das despesas e os patrocinadores estão mergulhados num “mind set” de crise, negando abrir mão seja do que for em prol de ajudar quem quer que seja.

Urge encontrar uma fonte extraordinária de receitas para os clubes sob pena de nos próximos anos desaparecerem bastantes colectividades que nos habituámos a ver e a ter (uma vez que muitas das vezes as sentimos como nossas de tão próximas), desde pequenos.

O novo presidente da Liga de Clubes propôs o alargamento das ligas profissionais, mas isso não me parece uma solução viável, nem nos moldes que apresentou (nesses moldes será até inadmissível), nem com outras medidas.

Sou a favor de um campeonato mais competitivo e penso até que o caminho a seguir seria mesmo o da diminuição do número de clubes da 1º Liga para 12, nunca o do alargamento.

Um campeonato jogado a 4 voltas em que nas duas primeiras voltas jogariam todas as equipas com todas as equipas e nas duas últimas voltas haveria 2 séries de 6 equipas (de acordo com a classificação final das primeiras voltas), que decidiriam quem descia de divisão e quem vencia o campeonato.

Os dirigentes acham que não. Mas também não avançam com alternativas.

Neste momento há empresas de apostas desportivas. Não reúnem consenso, é verdade, mas a sua liberalização poderia ser importantíssima para estes clubes que agora se perdem em guerras causadas por promessas eleitorais que estariam mortas à partida.

Empresas como a www.bwin.com podem ser a salvação de muitos destes clubes.

Como?

Simples. Liberalizando o mercado de apostas desportivas, liberalizava-se também uma fonte de rendimento para os clubes profissionais. Bastava haver uma contrapartida onde as empresas de apostas seriam forçadas a repartir uma percentagem dos lucros com os clubes.

Um pouco à imagem do que se passa com a Santa Casa da Misericórdia, que reparte as receitas do jogo em obras de caridade.

Na verdade a mesma Santa Casa poderá ser o grande obstante à liberalização total do mercado de jogo desportivo uma vez que mantém desde sempre o monopólio do jogo.

Estes clubes, que agora lutam por um alargamento que não os faria descer e que seria profundamente injusto para os seus pares da 2ª liga que lutaram durante o ano para terem o prémio da subida, deveriam unir-se na luta, isso sim, para nos moldes que aqui referi, haver uma reestruturação da lei do mercado das apostas desportivas, onde todos sairiam a ganhar com as empresas como a www.bwin.com/pt que passariam a ser mais que patrocinadores.

Passariam a ser parceiros financeiros.

O futebol de hoje não é o mesmo de há anos atrás. Entrámos na moda das SAD, mas para os clubes serem empresas têm que agir como tal. Minimizar custos e maximizar receitas.

Será esta uma boa forma de aproveitar as apostas?

HBarreiros

Anúncios

2 thoughts on “Como tirar proveito do mundo das apostas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: