Rodrigo Mora, futebol de formação e Papagaio Barroso

Rodrigo Mora, avançado cedido pelo Benfica ao Peñarol, foi o herói da jornada no Uruguai. A equipa do avançado encarnado bateu o Rampla Juniors, por 7-1, com Mora a apontar 4 golos.

Uma vitória convincente que, de resto, começou com  Luís Aguiar, médio cedido pelo Sporting, que abriu o marcador logo aos 16 minutos. Depois seguiu-se o festival de Mora que ampliou a vantagem aos 23 minutos. Zalayeta fez mais 2 e Brito reduziu para o Rambla.

No segundo tempo seguiram-se mais três golos (52, 55 e 63) todos da autoria de Rodrigo Mora. Um jogo de muitos golos, no qual o avançado do Benfica foi principal figura, que, desta forma, contabiliza 10 golos em 14 jogos.

Mora, parece-me ser daqueles jogadores que nunca vão brilhar de encarnado, e, no entanto, provavelmente teria condições para isso…

No futebol de formação, o Benfica (depois de ter ganho ao Real Madrid), derrotou, esta terça-feira, os holandeses do Feyenoord por 4-1, na segunda jornada do VIII Mundial de Clubes Comunidade de Madrid, prova que reúne oito das melhores equipas mundiais no escalão de juvenis.

Com este resultado, os comandados de Bruno Lage garantiram já a presença nas meias-finais da prova, apesar de terem ainda de defrontar o Athl. Bilbao, na quinta-feira, para a definição do primeiro e segundo classificados do Grupo 1.

Quanto ao jogo com o Feyenoord, os encarnados marcaram por Pedro Nuno, João Gomes e Rochinha apontaram ainda na primeira parte. Os holandeses reduziram no início da etapa complementar, mas João Gomes bisou e sentenciou definitivamente a partida.

Por cá, Eduardo “O Papagaio” Barroso diz que “Carlos Lisboa está a mais no desporto em Portugal“… Curioso, eu pensava que Carlos Lisboa tinha acabado de sagrar-se Campeão Nacional… Numa modalidade que o Sporting nem tem… Mas alguém ouviu algum comentário às provocações de Vítor Pereira quando visitou a Luz (e ganhou por 2-3 com um golo em fora-de-jogo de 2 km), e festejou para a bancada central (de forma nada provocatória, que a malta dos “pijamas” nunca faz nada disso, nem quando se viram para a principal bancada do clube adversário e gritam “Tomem car@lho! Mamem!“), o 3º golo portista?

Não.

Eduardo Barroso parece estar a perceber que em equipa que ganha não se mexe, e como o seu Sporting nem na Taça perante uma Académica aflita consegue vencer, denota-se uma viragem de casaca para o azul… pelo menos começa a tomar-lhes as dores…

HBBarreiros

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: