Category Archives: Futebol de formação

Miúdos dão esperanças de futuro

A equipa de juvenis do Benfica ganhou 7-1 aos italianos do AC Milan, em jogo disputado no Caixa Futebol Campus a contar para a Youth Cup.

O primeiro golo apareceu aos 5 minutos por Fábio Novo. À passagem do minuto 12, Renato Sanches fez o segundo e aos 19’ Diogo Rodrigues trabalhou bem na área e fez o terceiro.

fabio novo aurélio buta

A segunda parte começou com mais um golo encarnado. Gonçalo Rodrigues foi o autor (42’). Dois minutos depois, Diogo  Gonçalves bisou e Aurélio Buta, num contra-ataque, também fez o “gosto ao pé” quando o relógio marcava os 47 minutos. O camisola 14, Miguel Domingues, acabado de entrar, ainda foi a tempo de entrar na lista de marcadores ao fazer um disparo certeiro aos 53’.

Os iniciados não quiseram ficar atrás dos Juvenis e duma penada venceram o Barcelona, por 3-1,  e o Aspire Academy, do Catar, por 2-1, em partidas a contar igualmente para a Youth Cup deste escalão, realizada no Centro de Estágio do Seixal.

HBBARREIROS

Benfica 2(+3) – Anderlecht 0

Foi um baile completo.

Os juniores já tinham dado 3 aos belgas na Champions sub-19. Os miúdos chegaram ao intervalo a ganhar por 1-0 com golo de Diogo Rocha, (aos 45 minutos). Nuno Santos ampliou a vantagem (aos 60), e João Gomes fixou o resultado final (aos 90+2).

Os crescidos seguiram-lhes o exemplo e deram mais dois para os gajos não dizerem que levam a mala vazia…

Aos 4 minutos Djuricic, depois de uma grande jogada entre Enzo e Cardozo ao primeiro toque, marca o primeiro.

djuricic

O Benfica jogava e o Anderlecht nem respirava.

À meia-hora de jogo, Luisão, à ponta-de-lança, mata no peito e manda lá para dentro.

luisão

2-0 e dava para gerir o resultado na Champions(!) quem diria…

Na segunda parte foi basicamente trabalho de manutenção, e claro, o Anderlecht a beneficiar com a desaceleração do jogo do Benfica, cresceu um bocadinho… nada de preocupante…

A destacar a importância da dupla Fejsa-Matic no meio-campo que equilibra a equipa tanto a nível defensivo como ofensivo, visto que a entrada de Fejsa no onze permite a Matic libertar-se de uma postura totalmente defensiva, podendo este focar-se na construção de jogo.

Digno de realce é ainda o facto de Gillet (o tal que chamou fraquinho ao Benfica), ainda estar à procura de Luisão. Desde o lance do segundo golo do SLBENFAS que o belga não encontra o Capitão do Benfica…

HBBARREIROS

Funes Mori marca na estreia

Funes Mori estreou-se em jogos oficiais com a camisola do Benfica (equipa B) e logo com um golo.

Funes Morifesteja com Ivan Cavaleiro (foto ASF)

Os miudos despacharam o Leixões, por 5-1, no Seixal.

O avançado argentino apontou o primeiro golo do SLBENFAS, ao minuto 35, na conversão de uma grande-penalidade.

Aposta de Hélder Cristóvão para a equipa titular, o reforço de verão dO Benfica restabeleceu a igualdade no marcador à passagem do minuto 35, anulando o golo do Leixões apontado quatro minutos antes, também de penalty.

Funes Mori seria ainda protagonista de outro lance importante do encontro, motivando o cartão vermelho directo ao defesa-central Nuno Silva, a punir entrada por trás sobre o argentino.

Com mais um jogador, o Benfica B adiantou-se no marcador no período de descontos da primeira parte, comum golo de Ivan Cavaleiro que, repetiria o feito ao minuto 59, aumentando o resultado para 3-1.

Steven Vitória, (melhor jogador, pelo menos 30 vezes que Jardel), ao minuto 66, fez o 4-1, e Haramiz fechou o placard já no período de compensação.

5-1 e os miúdos a mostrarem, mais uma vez, que há ali qualidade.

HBBARREIROS

Juniores dão 7!

O Benfica recebeu e venceu o Torreense, por 7-0, encontro antecipado da 7.ª jornada da zona sul do campeonato nacional de juniores.

nuno santos

Nuno Santos foi a figura do encontro ao apontar um hattrick.

Para além dos 3 golos de Nuno Santos, marcaram Hildeberto Pereira (2), Romário Baldé e Filipe Nascimento.

Os juniores ascendem à condição ao primeiro lugar da zona sul, com 15 pontos, mais três que a lagartada que tem menos dois jogos.

HBBARREIROS

Duas boas notícias

João Cancelo e Ivan Cavaleiro poderão estar a um pequeno passo da equipa principal do Benfica.

Cancelo e Ivan Cavaleiro

Com as lesões de Salvio, Sulejmani e Gaitán, e o sub-rendimento de Ola John, por um lado, e a falta de alternativa para a lateral-direita da defesa aliada a um mau começo de época de Maxi, por outro, Ivan Cavaleiro e João Cancelo poderão, muito em breve, ser chamados para integrar o plantel principal do SLBENFAS.

Jorge Jesus tem observado de perto a equipa B, e Cavaleiro e Cancelo são as preferências do treinador para, desde já, serem opções na principal equipa do Glorioso.

Já há muito tempo que defendo a inclusão destes (e de outros), jogadores no plantel principal. Penso ser este o rumo que o Benfica tem de tomar.

Aleluia!

HBBARREIROS

Tantas perguntas…

Debelado o problema de acesso à web, regresso para ficar.

E há tanto para dizer… para perguntar…

Tenho (claro que tenho), que mencionar a má preparação (e  critério), da época futebolística 2012/2013.

Se perder Witsel nunca me preocupou (tínhamos Carlos Martins, Bruno César, agora o Enzo Perez entre outros), o mesmo não se pode dizer de Javi Garcia.

O patrão foi embora por 20 milhões. Irrecusável, dirão alguns. Eu digo “pouco” aliás “muito pouco”!

Senti hipotecadas à partida todas as esperanças depositadas naquela que tinha tudo para ser uma das melhores equipas de sempre do Benfica. Tinha tudo, agora não tem meio-campo… Só ter Matic para a posição 6 é muito pouco, principalmente quando temos Airton a definhar no Brasil.

Nelson Oliveira não tinha lugar no plantel? Ter tinha, mas não jogaria muito, condição fundamental para o seu desenvolvimento enquanto atleta. Certo. Até aqui entendo, mas não seria mais proveitoso emprestá-lo a uma equipa nacional?

Podem até dizer que a Liga espanhola é mais competitiva, mas ele vai jogar em Espanha no próximo ano? Estarão a prepará-lo para outro clube? É o que parece… E de repente ficámos com 3 avançados. Cardozo, Rodrigo e Lima. Se há uma lesão, ou um castigo, lá vai Aimar jogar como segundo ponta-de-lança… Temos Ivan Cavaleiro na “B”.

Dêem-lhe uma chance com os mais crescidos!

O estranho caso Ola John. Para mim o miúdo é uma bomba, para Jesus não conta. Se não conta, porque é que não o emprestam a uma equipa da I Liga?

Se não é convocado porque é que não joga pela Equipa B? Sempre ganhava ritmo. Parado só se vai perdendo tempo… e um jogador.

O que é feito de Urreta? O melhor jogador da pré-época passada, nem na “B” foi inscrito. O que se passa?

O eterno caso das laterais. Melgarejo está a subir de forma. Até pode ser que venha a ser um próximo Coentrão, mas e depois? Se ele se lesiona joga quem? O Luisinho? Porque é que o Carole não está a treinar com o plantel principal?

Ainda no jogo passado (nulo frente ao Leixões), voltou a ser dos melhores. No lado oposto Maxi vai dando, e quando não pode mete-se o… André Almeida, uma espécie de Rúben Amorim, que tal como este corre o risco de passar a sua carreira como o (agora), bracarense (“desde pequenino”) passou.

É um jogador que faz tudo, mas depois, nem trinco, nem lateral, nem médio de ataque, nem box-to-box… nem nada… Será que Jesus tem visto os jogos da “B”? Cancelo já é “só” um dos melhores laterais portugueses… e tem 18 anos!

Para quando uma chance para o miúdo?

Jesus tem um espaço curto… Espero que tenha aprendido com os erros do passado… Ou continuaremos a ser alvo da chacota dos andrades que até com o “Bitó Preira” ficam à nossa frente…

PS – O Zenit continua sem ganhar…

HBBarreiros

Cancelo? Gosto!

A concorrência a Maxi Pereira está em casa e a SAD do Benfica não está a avaliar qualquer possibilidade de contratar um reforço para o lado direito da defesa.

Jorge Jesus admitiu, no final do jogo com o PSV Eindhoven (1-3), para o Torneio Polish Masters, que terá de encontrar uma solução sempre que não possa contar com Maxi Pereira, indiscutível desde que chegou à Luz em 2007, pela mão de José Antonio Camacho.

E, neste sentido, está identificado o jogador que pode oferecer garantias – João Cancelo, 18 anos, 1,80 metros, 66 quilos, uma das maiores promessas da formação das águias.

Gosto muito desta aposta. Cancelo mostrou nos jogos que vi da equipa B que está à altura do desafio. Confesso que fui um defensor de Wass, jogador que gostaria de ter visto na Luz, mas sempre que a razão que esteja por trás de dispensas polémicas seja a aposta em valores “da casa”, aceito e apoio.

Falta agora encontrar um lateral-esquerdo incontestável para que a equipa esteja fechada.

HBBarreiros

Derlis González e André Gomes até 2018

O Benfica renovou contrato com Derlis González e com o médio dos juniores André Gomes, até 2018.

Derlis González, de 18 anos, prolongou o vínculo que o liga ao Benfica por mais três temporadas e aumentou a cláusula de rescisão para os 30 milhões de euros.

O avançado tinha, em 2011, assinado até 2015, mas, em solo paraguaio e na presença do assessor jurídico da Benfica SAD, Paulo Gonçalves, renovou o vínculo.

O caso de André Gomes é um pouco diferente.

Proveniente do Boavista em 2011, o jogador de 18 anos, que iniciou a sua formação no FC Porto, disse ser “um grande orgulho” prolongar o vínculo aos encarnados.

Prova que as pessoas confiam em mim e no trabalho que eu tenho desempenhado e poderei fazê-lo no futuro. Estou no clube certo. Este é o maior e melhor clube do mundo. Estou bem e pretendo ficar. O meu sonho passa por representar a equipa sénior do Benfica. Vou trabalhar para esse efeito, pois é o que mais quero“, afirmou André Gomes, em declarações à Benfica TV.

André Gomes é um jogador forte fisicamente e com um carácter bastante maduro para a sua tenra idade, o que fez com que, na primeira época de Águia ao peito envergásse por mais que uma vez a braçadeira de capitão dos juniores.

HBBarreiros

Rodrigo Mora, futebol de formação e Papagaio Barroso

Rodrigo Mora, avançado cedido pelo Benfica ao Peñarol, foi o herói da jornada no Uruguai. A equipa do avançado encarnado bateu o Rampla Juniors, por 7-1, com Mora a apontar 4 golos.

Uma vitória convincente que, de resto, começou com  Luís Aguiar, médio cedido pelo Sporting, que abriu o marcador logo aos 16 minutos. Depois seguiu-se o festival de Mora que ampliou a vantagem aos 23 minutos. Zalayeta fez mais 2 e Brito reduziu para o Rambla.

No segundo tempo seguiram-se mais três golos (52, 55 e 63) todos da autoria de Rodrigo Mora. Um jogo de muitos golos, no qual o avançado do Benfica foi principal figura, que, desta forma, contabiliza 10 golos em 14 jogos.

Mora, parece-me ser daqueles jogadores que nunca vão brilhar de encarnado, e, no entanto, provavelmente teria condições para isso…

No futebol de formação, o Benfica (depois de ter ganho ao Real Madrid), derrotou, esta terça-feira, os holandeses do Feyenoord por 4-1, na segunda jornada do VIII Mundial de Clubes Comunidade de Madrid, prova que reúne oito das melhores equipas mundiais no escalão de juvenis.

Com este resultado, os comandados de Bruno Lage garantiram já a presença nas meias-finais da prova, apesar de terem ainda de defrontar o Athl. Bilbao, na quinta-feira, para a definição do primeiro e segundo classificados do Grupo 1.

Quanto ao jogo com o Feyenoord, os encarnados marcaram por Pedro Nuno, João Gomes e Rochinha apontaram ainda na primeira parte. Os holandeses reduziram no início da etapa complementar, mas João Gomes bisou e sentenciou definitivamente a partida.

Por cá, Eduardo “O Papagaio” Barroso diz que “Carlos Lisboa está a mais no desporto em Portugal“… Curioso, eu pensava que Carlos Lisboa tinha acabado de sagrar-se Campeão Nacional… Numa modalidade que o Sporting nem tem… Mas alguém ouviu algum comentário às provocações de Vítor Pereira quando visitou a Luz (e ganhou por 2-3 com um golo em fora-de-jogo de 2 km), e festejou para a bancada central (de forma nada provocatória, que a malta dos “pijamas” nunca faz nada disso, nem quando se viram para a principal bancada do clube adversário e gritam “Tomem car@lho! Mamem!“), o 3º golo portista?

Não.

Eduardo Barroso parece estar a perceber que em equipa que ganha não se mexe, e como o seu Sporting nem na Taça perante uma Académica aflita consegue vencer, denota-se uma viragem de casaca para o azul… pelo menos começa a tomar-lhes as dores…

HBBarreiros

Força miudo!

Sancidino Silva, avançado da equipa de juniores, foi esta segunda-feira operado a uma fratura no perónio da perna esquerda, pelo que não voltará a representar a equipa de juniores do Benfica na fase final do Campeonato Nacional.

O jogador, de 18 anos, lesionou-se na parte final do encontro com o FC Porto, disputado no Seixal no último sábado (vitória do SLBENFAS por 2-1), e tem pela frente três meses de paragem, período de recuperação estimado pelo departamento médico do clube da Luz.

Fica aqui o desejo de rápidas melhoras para o jovem jogador, e que esta lesão seja debelada com a facilidade com que Sancidino passa pelos adversários.

Força miudo!

HBarreiros