Category Archives: Modalidades “Amadoras”

Sortes diferentes no Andebol e no Futsal

O Andebol do Benfica continua a dar cartas. Desta vez a equipa do SLBENFAS foi ao campo do Sporting cilindrar o eterno rival por claros 22-28.

O Benfica chegou a ter 10 golos de vantagem, mas depois os jogadores Benfiquistas acharam que o clube “lagarto” anda a passar por muitas dificuldades e deixaram o Sporting marcar mais uns golinhos…

O Benfica segue isolado no comando do campeonato com 6 vitórias em outros tantos jogos.

Sorte diferente para o Futsal.

O Benfica jogou a primeira jornada da UEFA Futsal Cup com o Eto Gyor, da Húngria, e chegou a ter 3 golos de vantagem, mas os húngaros conseguiram empatar, sendo que o golo que fixou o resultado final (3-3), foi conseguido a 2 segundos do fim do jogo.

Um castigo pesado para os homens da Luz que pensaram cedo demais que o jogo estava ganho…

HBBarreiros

Convocados para o Beira-Mar, Os russos vêm aí parte II, tempestade do outro lado da segunda circular e Supertaça de Volei é nossa… tudo num post!

Já há convocados para o Beira-Mar!

O avançado brasileiro Alan Kardec volta a integrar a lista de convocados de Jorge Jesus por troca com o médio André Gomes, isto tendo em conta o encontro a meio da semana para a Liga dos Campeões.

Quem também ficou de fora foi Cardozo (lesionado), Luisão (castigado), e Ola John (não percebo esta).

Enzo Perez, Gaitan, Aimar e Lima, que integravam o boletim médico divulgado na véspera, fazem parte da convocatória, que contempla 19 jogadores:

Guarda-redes: Artur Moraes e Paulo Lopes.

Defesas: Maxi Pereira, André Almeida, Garay, Jardel, Miguel Vítor e Melgarejo.

Médios: Matic, Bruno César, Carlos Martins, Aimar, Salvio, Nolito, Gaitán e Enzo Perez.

Avançados: Rodrigo, Lima e Kardec.

Os russos vêm aí!!! (Parte II)

Depois de Witsel ter rumado ao Zenit por 40 milhões de euros, surgem notícias de que Nico Gaítan lhe pode seguir os passos, mas para representar o Anzhi (noticia o jornal russo Lifesport), num negócio que poderia render aos cofres da Luz cerca de 25 milhões de euros. A publicação russa diz até que o interesse do Anzhi no argentino é antigo e que este verão houve intensas negociações, que acabaram por não ter o desfecho que o clube pretendia.

Não foi no início de época, poderá ser na reabertura do mercado de transferências. Dezembro será o mês em que o Anzhi regressará a Lisboa para procurar convencer Luís Filipe Vieira e o jogador.

Esperamos que levem também o Júlio César, o Luisinho, o Jardel e o Kardec num pacote de 5 milhões de euros… Acreditem que ficávamos a ganhar…

Enquanto os russos pensam em contratar jogadores ao SLBENFAS, do outro lado da segunda circular houve uma tempestade que fez voar o Sá Pinto, o treinador ainda se agarrou a uma corda, mas Godinho Lopes cortou-a e o Sá foi à vida.

Para o seu lugar entra o Oceano, que por ser Oceano já está habituado a tempestades e pode ser que se aguente…

Nas “modalidades amadoras” o Benfica conquistou esta sexta-feira a Supertaça de voleibol ao bater o Sporting de Espinho por claros 3-0, em Coimbra.

O vencedor da Taça de Portugal levou a melhor sobre o campeão nacional pelos parciais de 25-22, 25-18 e 25-16 ao fim de 1.17 horas de encontro.

O Benfica iguala assim o Sporting em número de Supertaças (três). O Castêlo da Maia tem cinco e o Sporting de Espinho quatro.

P.S. – Até à altura em que escrevo este post, o Zenit continua sem ganhar…

HBBarreiros

Rodrigo Mora, futebol de formação e Papagaio Barroso

Rodrigo Mora, avançado cedido pelo Benfica ao Peñarol, foi o herói da jornada no Uruguai. A equipa do avançado encarnado bateu o Rampla Juniors, por 7-1, com Mora a apontar 4 golos.

Uma vitória convincente que, de resto, começou com  Luís Aguiar, médio cedido pelo Sporting, que abriu o marcador logo aos 16 minutos. Depois seguiu-se o festival de Mora que ampliou a vantagem aos 23 minutos. Zalayeta fez mais 2 e Brito reduziu para o Rambla.

No segundo tempo seguiram-se mais três golos (52, 55 e 63) todos da autoria de Rodrigo Mora. Um jogo de muitos golos, no qual o avançado do Benfica foi principal figura, que, desta forma, contabiliza 10 golos em 14 jogos.

Mora, parece-me ser daqueles jogadores que nunca vão brilhar de encarnado, e, no entanto, provavelmente teria condições para isso…

No futebol de formação, o Benfica (depois de ter ganho ao Real Madrid), derrotou, esta terça-feira, os holandeses do Feyenoord por 4-1, na segunda jornada do VIII Mundial de Clubes Comunidade de Madrid, prova que reúne oito das melhores equipas mundiais no escalão de juvenis.

Com este resultado, os comandados de Bruno Lage garantiram já a presença nas meias-finais da prova, apesar de terem ainda de defrontar o Athl. Bilbao, na quinta-feira, para a definição do primeiro e segundo classificados do Grupo 1.

Quanto ao jogo com o Feyenoord, os encarnados marcaram por Pedro Nuno, João Gomes e Rochinha apontaram ainda na primeira parte. Os holandeses reduziram no início da etapa complementar, mas João Gomes bisou e sentenciou definitivamente a partida.

Por cá, Eduardo “O Papagaio” Barroso diz que “Carlos Lisboa está a mais no desporto em Portugal“… Curioso, eu pensava que Carlos Lisboa tinha acabado de sagrar-se Campeão Nacional… Numa modalidade que o Sporting nem tem… Mas alguém ouviu algum comentário às provocações de Vítor Pereira quando visitou a Luz (e ganhou por 2-3 com um golo em fora-de-jogo de 2 km), e festejou para a bancada central (de forma nada provocatória, que a malta dos “pijamas” nunca faz nada disso, nem quando se viram para a principal bancada do clube adversário e gritam “Tomem car@lho! Mamem!“), o 3º golo portista?

Não.

Eduardo Barroso parece estar a perceber que em equipa que ganha não se mexe, e como o seu Sporting nem na Taça perante uma Académica aflita consegue vencer, denota-se uma viragem de casaca para o azul… pelo menos começa a tomar-lhes as dores…

HBBarreiros

Campeões… e o fair play de sempre…

O Benfica sagrou-se campeão nacional de basquetebol, ao vencer o Porto por 56-53, no quinto jogo da final disputado esta quarta-feira no Dragão Caixa.

Primeiro período muito equilibrado, a terminar com ligeira vantagem (19-17) para os encarnados, que aproveitaram o desacerto dos portistas no segundo parcial para chegar ao intervalo com confortável superioridade de onze pontos (32-21).

O FC Porto iniciou a recuperação no final do terceiro período (39-45) e conseguiu encurtar a desvantagem para um ponto, a quatro minutos do fim, após triplo de Carlos Andrade. Na resposta, Doliboa também marcou da linha de três pontos e resfriou a reação dos azuis e brancos. O Benfica foi gerindo a vantagem até ao apito final.

Gregory Stempin (FC Porto) foi o melhor marcador do encontro, com 16 pontos, enquanto pelo Benfica destacara-se Theo Scott (14pts) e Diogo Carreira (12).

Com esta vitória, o Benfica recupera o troféu perdido no ano passado para o FC Porto e conquista o 23.º título de campeão nacional, sendo a equipa portuguesa com mais campeonatos. Os portistas somam 11

Os problemas começaram após o apito final… quando vários jogadores e dirigentes do Benfica foram agredidos.

Logo após a partida, os adeptos portistas atiraram moedas e cadeiras aos atletas das águias, tendo atingido alguns na cabeça, como Diogo Carreira, segundo confirmou ao Correio da Manhã o treinador Carlos Lisboa, desmentindo que tivesse provocado os jogadores do FC Porto, após o apito final, “como foi noticiado pela Lusa“.

Para quem tanto se queixou de um banho e falta de luz, no ano passado quando foram campeões no Estádio da Luz, estes meninos de pijamas, como sempre, mostraram que no fair play (como em tantas outras coisas), ainda ficam a anos-luz de nós.

HBBarreiros